15 julho, 2011

Please, go!




Estou-me completamente nas tintas se choras, se gemes, se me queres ou não. Esperei tempos e tempos por ti e nem uma palavra me dirigiste, nem uma prova de saudade me deste e agora chegas a dizer que queres novamente e julgas o que, que me vais ter nas tuas mãos mais uma vez, estás redondamente enganado porque desta vez não vai ser assim. Cansei-me de fazer o papel de menina ingénua ao saber das tuas traições e de tudo o resto e mesmo assim a cada uma delas regressar para ti cometendo sempre o mesmo erro. Há um ano atrás quando terminamos a nossa relação pela ultima vez desapareceste por completo sem te preocupares como eu estava ou se estaria disposta a regressar para ti, sumiste do mapa sem dares uma noticia durante meses após a maior das traições possíveis. Consegues imaginar a dor que senti, a angústia que me consumia aos poucos e poucos por não te ter comigo mas isso não te interessou nem um pouco porque estavas a viver mais uma das tuas loucas paixões e agora vens porque razão. Julgas que sou o teu porto certo, aquela que vai estar sempre de braços abertos para te receber. As coisas mudaram Henrique, eu mudei, aprendi a viver sem ti, a ser feliz sem ti por isso volta para as tuas antigas paixões e esquece que eu existo mais uma vez. Juro que agora apetecia-me ir ter contigo e entregar-me a ti de corpo e alma mais uma vez mas não vou cair novamente no mesmo erro, nas tuas armadilhas. Ainda te amo e não nego isso mas tu fazes-me mal, consomes o meu sensível coração e nem te dás conta. Por favor vai, deixa-me ter uma oportunidade de ser feliz por inteiro, de te esquecer.
(inventado)
&Lil 

3 comentários:

  1. O texto é lindo apesar de imaginar o sofrimente da rapariga...
    Pareceu-me tão real !

    ResponderEliminar
  2. gostei do blog ! a musica de fundo é adoravel *

    ResponderEliminar